Caminhos

Caminhos
Porque não pode haver outra forma senão a de existir tal como somos...

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016



era bom que o Amor se vendesse
nas farmácias
excipientes e princípios ativos combinados
em cápsulas redondas e brilhantes
cor-de-rosa ou vermelho
tanto dava
tomava cada um a sua dose necessária
e era o equilíbrio
sem raivas nem rancores
quem morresse por excesso de dosagem
morreria por sua conta e risco
(farmacêutico e médico ilibados)
de febre ou de cansaço
mas não de desamor



13 comentários:

  1. Gracinha,
    Qualquer coisa que dissesse não faria sentido.
    Está excelente.
    Beijinho e façamos votos para que 2016 seja um ano de amor!:))

    ResponderEliminar
  2. Tão bonito!
    E gostei muito da foto.

    Bom fim-de-semana:)

    ResponderEliminar
  3. Há momentos assim, em que o desequilíbrio das coisas acaba por nos fazer alguma mossa. Mas são apenas momentos, desabafos à for da pele, em que encostamos a cabeça em busca do calor dos afectos. Depois há o levantar a cabeça, o reformular, o seguir em frente...
    A autenticidade torna-nos, aparentemente, mais vulneráveis mas, por outro lado, abre sempre pistas para novos portais. Assim os saibamos merecer.
    Gosto dessa escrita intimista, Graça.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente que o desequilíbrio me dá para a escrita, de outro modo não sei como seria! A sua perspicácia viu autenticidade e de facto, embora vulnerável também, não ser ser de outro modo a não ser - ser autêntica.
      Obrigado!
      beijinho

      Eliminar
  4. Antes que me esqueça, quero agradecer a sua presença no meu Mundo com simpáticos comentários que denotam uma leitura atenta.
    Deste poema que dizer? Está excelente. Para mais, deixa ao leitor a liberdade de escolher a cor da pílula a tomar. Nos dias calmos toma a rosa, nos dias de paixão o vermelho.
    Parabéns, GA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah,ah,ah! Agostinho, maravilhoso comentário!Adorei o seu humor! Muito bem observado!
      Beijinho

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  5. Se o amor se vendesse, mal de quem não tivesse dinheiro para o comprar :)
    Agora a sério gostei muito da ideia ;)

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar